Orgasmo seco masculino

orgasmo_seco

A maior parte dos homens desenvolve uma excitação de maneira linear, até chegar ao pico mais alto, ejacular e fim. O sexo terminou e ele necessita de um período de repouso até que se inicie um novo processo de excitação. Esse período de repouso varia de homem para homem. Alguns necessitam de alguns minutos, outros de horas e outros de até um dia. Alguns conseguem manter um nível razoável de ereção, após a ejaculação, e continuam os movimentos pélvicos, até desenvolverem outro orgasmo. Porém, poucos experimentam a delícia do orgasmo sem ejaculação (orgasmo seco) e sem perder a ereção.

 

 Orgasmo e ejaculação são diferentes e um  está dissociado do outro embora possam ocorrer simultaneamente. A ejaculação é física. Consequência do crescimento e da liberação da tensão sexual  localizada na região genital.  Ao chegar ao pico de excitação, o homem sente uma sensação pulsante e de bombeamento enquanto o sêmen é expelido. No orgasmo, a energia kundaline (energia de vida), que está presa na região genital, flui por todo o corpo levando o indivíduo a vibrar, provocando deliciosos espasmos involuntários, a produzir sons guturais, a acelerar os batimentos cardíacos  e a respiração. Ao contrário da ejaculação, que leva a uma sensação de cansaço, o orgasmo aumenta a disposição física e psíquica. 

 

Apesar de ser costume ter orgasmo acompanhado por ejaculação, é totalmente possível ter orgasmos sem ejaculação e ejaculação sem orgasmo. A ejaculação leva à perda da ereção enquanto que, no orgasmo a ereção é mantida. Desta forma, o homem pode ter diversos orgasmos, até que resolva ejacular ou finalizar a relação. 

 

A ejaculação está ligada a história da evolução e isto é visto de forma diferente em vários períodos. No período da revolução industrial, por exemplo, era senso comum que o homem que ejaculava rápido e diversas vezes era o mais viril, o mais inteligente, o que tinha mais sucesso, ou seja, o macho alfa. Com isto a busca pela ejaculação era tanta que, neste período, foram “fabricados” vários ejaculadores precoces. O motivo para isto é simples: ejaculação propaga a espécie (força de trabalho),  já o orgasmo “só” provoca prazer.

 

Conseguir distinguir, e separar, o orgasmo da ejaculação é um processo prazeroso e divertido de autoconhecimento e expansão. Neste processo o homem se (re)conhece de uma outra forma e descobre que possui sentimentos, habilidades, sensações, emoções que, até então, estavam guardados dentro da “caixinha”. 

 

A Terapia Tântrica é a ferramenta ideal para este processo de autoconhecimento e de mudança de paradigma, pois, o Tantra busca o orgasmo seco para homem e o orgasmo ejaculatório para a mulher.  À medida que seus processos forem acontecendo, o seu corpo irá se acostumando com as novas informações e você estará, a cada sessão, mais aberto para novas e deliciosas sensações e, neste contexto, os orgasmos múltiplos farão parte da sua vida.

 

Quer se conhecer melhor? Quer ir além? Quer descobrir seu potencial orgástico?

 

Agende seu atendimento

(21) 99792 0312 Vivo

 

telmalobato@telmalobato.com.br